Dra. Iana Rodrigues - Alergista

Vacina contra Tuberculose


Descrição:

É uma vacina de bacilo vivo e atenuado.

Deve ser usado logo após o nascimento.

Objetivo:

Protege contra as formas GRAVES da tuberculose:

  • Meningite tuberculosa
  • Tuberculose miliar
  • Formas disseminadas da tuberculose

Esquema de Imunização:

Aplicar o mais precocemente possível, a partir do nascimento.

Se a criança não desenvolver a cicatriz vacinal após 6 meses, recomenda-se revacinar sem necessidade de realizar o PPD.

Contra-Indicação:

  • Imunodepressão congênita ou adquirida
  • Uso de quimioterapia ou corticóide em dose imunossupressora
  • Paciente com queimaduras ou lesões graves de pele, pelo risco de disseminação
  • Gravidez
  • Recém-nascidos com peso inferior a 2 Kg
  • Presença de doença febril aguda

Efeitos Adversos:

Com a aplicação da vacina intradérmica, ocorre uma empolação no local da injeção, que diminui em até 6 semanas após a vacinação.

Uma pequena casquinha pode se formar sobre o local da aplicação, algumas vezes se desprendendo, formando uma pequena ferida que pode sair secreção com pus. Essa ferida deve cicatrizar ao redor da 12ª semana após a vacinação, restando uma CICATRIZ CIRCULAR – está é a cicatriz que indica que a vacina foi eficaz!

Esse evento pode ocorrer até o 6º mês de vida.

Reações graves podem ocorrer em aproximadamente 1 em cada 2500 vacinados.

Os imunodeprimidos são os mais acometidos:

  • Ferida > 1cm que não cicatriza em 6 meses
  • Abcesso subcutâneo frio
  • Linfadenopatia regional supurada

Teste Tuberculínico – PPD

Este teste mostra o grau de hipersensibilidade à tuberculoproteína.

Encontramos o teste positivo:  após 3 a 12 semanas do contato com o bacilo da tuberculose. Contato que pode ser feito por meio da vacina ou pela própria infecção da tuberculose.

Atenção!!! PPD positivo não é diagnóstico de Tuberculose!

Voltar ao topo da página

V.2013

Atendimento: Av. das Américas, 500 - Bl 3 - Sala 308 - Shopping Downtown - RJ - Tel.: (21) 3242-5005 / 2494-5233