Dra. Iana Rodrigues - Alergista

Conjuntivite Alérgica


Conceito | Sintomas | Causa| Diagnóstico | Tratamento | Dicas

Conceito:

É um tipo de alergia nos olhos. Pode ocorrer isolada ou acompanhando a Rinite Alérgica.

Estima-se que 10 a 30% da população geral tenham sintomas alérgicos e 1/3 desses, apresentam sintomas oculares. A maior parte apresenta sintomas leves e respondem muito bem ao tratamento, mas alguns pacientes podem ter sintomas mais severos com o risco de complicação irreversível.

Sintomas:

  • Coceira – é o sintoma mais característico;
  • Lacrimejamento;
  • Fotofobia;
  • Vermelhidão;
  • Sensação de areia nos olhos;
  • Sintomas da rinite (espirros, coriza, coceira e obstrução nasal) podem estar presentes.

Causa:

A principal causa é a alergia aos ácaros da poeira domiciliar, mas outros fatores podem estar envolvidos: alergia a fumaça, poluição do ambiente, produtos químicos e medicamentos.

Voltar ao topo da página

Diagnóstico:

O diagnóstico da conjuntivite é basicamente clínico.

Mas assim como para rinite e para asma alguns exames complementares são fundamentais para diagnóstico específico:

  • Teste cutâneo por escarificação (ou prick test):

    É de fácil execução, seguro e com altas taxas de sensibilidade e especificidade

  • IgE sérica específica:

    Exame realizado através da coleta de sangue.

    É um exame mais caro do que o teste cutâneo e que não traz interpretação imediata.

    Está indicado quando não se pode fazer o teste cutâneo: doença na pele, impossibilidade de suspensão do anti-alérgico oral ou risco de anafilaxia com o teste cutâneo.

Voltar ao topo da página

Tratamento:

CONTROLE AMBIENTAL:

É a base do tratamento! Afastar as substâncias que causam a alergia é o ponto de partida para resolver a conjuntivite alérgica.

Ver mais detalhes em quarto do alérgico.

USO DE REMÉDIOS:

  • NA CRISE:

    Podem usar anti-histamínicos na forma de xarope, comprimidos ou colírios para aliviarem os sintomas.

  • PARA PREVENÇÃO:

    A proposta dessa medicação é prevenir novos episódios da conjuntivite alérgica. Essas medicações devem ser usadas diariamente mesmo se o alérgico não estiver com os sintomas da conjuntivite alérgica.

VACINAS DE ALERGIA:

É um ótimo recurso terapêutico para os pacientes que tem teste alérgico positivo e que tem associação com Rinite Alérgica.

É um tratamento prolongado, dura de 3 a 5 anos e apresenta ótimos resultados.

A vacina pode ser administrada por via subcutânea (preferencial) ou sublingual.

Para a vacina ter um ótimo resultado é necessário que seja selecionado o(s) alérgeno(s) mais relevante para o tratamento, portanto procure um médico especialista para um tratamento efetivo.

Voltar ao topo da página

Dicas:

COMPRESSA COM ÁGUA FILTRADA OU SORO FISIOLÓGICO GELADOS SÃO ÚTEIS PARA ALÍVIO NA FASE AGUDA DOS SINTOMAS.

NÃO USE COLÍRIOS POR CONTA PRÓPRIA!

ATENÇÃO! Colírios não são todos iguais e não são inócuos: são medicamentos que contem substâncias específicas para cada caso.

Existem colírios que com o uso inadequado pode causar catarata, glaucoma ( aumento da pressão no olho) e existem outros que mascaram o olho vermelho, são os “clareadores oculares” mas quando o efeito passa, a vermelhidão volta e o problema muitas vezes não foi resolvido.

CUIDE DOS SEUS OLHOS!

  • Evite coçar ou esfregar os olhos;
  • Lave as mãos antes de mexer nos olhos;
  • Cuidados com a higiene, se usar lente de contato;
  • Lembre ao seu médico caso você use lente de contato. Poucos colírios podem ser usados com lentes;
  • Ao praticar natação, use óculos de proteção.

Voltar ao topo da página

V.2013

Atendimento: Av. das Américas, 500 - Bl 3 - Sala 308 - Shopping Downtown - RJ - Tel.: (21) 3242-5005 / 2494-5233